• Blog oficial do Centrinho-USP

    Este é o Blog oficial do Hospital Centrinho-USP, criado pela equipe do Serviço de Comunicação (SerCom). Compartilhe as informações contidas aqui. Nosso objetivo é divulgar os serviços desta unidade da USP.
  • TV TEM destaca o trabalho do Centrinho na série ‘Joias do Interior’

    Neste novo vídeo, quem conta sua história e fala sobre o tratamento é a jovem Gabriela Viana e sua mãe, Claudinéia, de Bauru. Clique na imagem e confira!

  • Dia a dia do Hospital (Jogo de Cintura, TV TEM, 04/10/14)

    O dia a dia do Centrinho-USP. Histórias de gente que é exemplo de superação, dedicação e alegria!

  • Primeiros sons (Fantástico, TV Globo, 07/09/14)

    Crianças escutam pela 1ª vez e têm reações emocionantes

  • Sistema FM (TEM Notícias, TV TEM)

    Teste

    Centrinho usa sistema FM para facilitar aprendizado de crianças com problemas auditivos. Reportagem: Evandro Cini

  • Implante Coclear (Encontro com Fátima Bernardes, TV Globo, 11/11/14)

    Encontro com Fátima Bernardes mostra tecnologias que auxiliam a vida de pessoas com deficiência, como a do pequeno Enzo, usuário de implante coclear

  • Fissura labiopalatina (Bem Estar, TV Globo, 24/06/13)

    Programa Bem Estar, da TV Globo, exibe matéria sobre tratamento da fissura labiopalatina. Reportagem: Giuliano Tamura

  • Fissura labiopalatina (Hoje em Dia, Rede Record)

    Quadro "Você e o doutor", do Programa Hoje em Dia, da Rede Record, destaca cuidados com bebês com fissura labiopalatina

  • Fissura labiopalatina (Hoje em Dia, Rede Record, 16/11/11)

    Record faz reportagem especial sobre fissura labiopalatina. Confira!

  • Centrinho tatuado (Jornal da Cidade, Bauru, 13/04/12)

    A história de Gabriela Oliveira da Silva, 22 anos, gaúcha, moradora de Pelotas, não é só de recuperação de saúde, vida social e gratidão, mas também de homenagem ao tratamento que recebeu nos últimos 20 anos no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da USP (HRAC/USP) de Bauru, conhecido como Centrinho.

  • Estadão

    Hospitais paulistas que atendem pacientes de todo o país foram destaque em reportagem do jornal O Estado de S. Paulo. Clique na imagem acima e confira a matéria na íntegra, que também aborda o trabalho do Centrinho-USP.

  • Imprensa destaca 20 anos do implante coclear no Brasil

    Dia 14/5/2010, reportagem foi destaque no programa Direto da Redação, veiculado nacionalmente pela Record News

  • “Jornal Mural”: leia nosso informativo de Comunicação Interna

    Essa é uma publicação semanal do Centrinho-USP, parte das estratégias de comunicação interna do Hospital.
  • Nossa instituição

    Hospital universitário, vinculado à Universidade de São Paulo, público, fundado em junho de 1967, que oferece tratamento integral nas áreas de anomalias craniofaciais e deficiências auditivas, pelo SUS, por meio de equipe multidisciplinar.

  • PARCEIROS

Tese do Centrinho-USP é contemplada com menção honrosa no ‘Prêmio Tese Destaque USP 2015’

O trabalho avaliou os resultados do tratamento com novo aparelho ortodôntico desenvolvido no Hospital; invenção resultou em depósito de patente e está sendo produzida, em caráter experimental, por indústria norte-americana de materiais dentários

Uma tese do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da USP foi contemplada com menção honrosa na quarta edição do ‘Prêmio Tese Destaque USP’, na grande área Multidisciplinar.

Trata-se da tese Avaliação dos efeitos dentoesqueléticos da expansão rápida diferencial da maxila em pacientes com fissura labiopalatina completa e bilateral”, de autoria da ortodontista Rita de Cássia Moura Carvalho Lauris, chefe técnica da Divisão de Odontologia do Centrinho-USP, sob orientação da professora Daniela Garib, coordenadora do Programa de Pós-Graduação do Hospital e docente da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da USP.

Promovido pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação da USP, o prêmio tem o objetivo de reconhecer e premiar as teses de doutorado de destaque defendidas nos programas de pós-graduação da Universidade, em nove grandes áreas do conhecimento, de forma a estimular a constante busca pela excelência na pesquisa.

Nesta edição de 2015, nove trabalhos foram contemplados com o ‘Prêmio Tese Destaque USP’ e 16 com menções honrosas, das áreas de Ciências Agrárias, Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas, Engenharias, Letras, Linguística e Artes e Multidisciplinar.

Entre os critérios analisados para a premiação estão originalidade do trabalho, relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social e de inovação, e valor agregado ao sistema educacional.

“Essa menção honrosa traz um reconhecimento pelo nosso trabalho em equipe. Um aparelho que foi desenvolvido e testado aqui no Centrinho-USP e que, pelos resultados favoráveis, irá trazer benefícios à nossa rotina de reabilitação da fissura labiopalatina”, comemora a autora, Rita Lauris.

Para a orientadora da tese, professora Daniela Garib, a conquista representa uma certificação da qualidade da pesquisa que se faz no Centrinho-USP e do Programa de Pós-Graduação da instituição. “É um estímulo para os pesquisadores do Hospital, que têm grande potencial de gerar novos conhecimentos, evidências e benefícios à sociedade, cumprindo o papel da Universidade”, pontua.

“Essa menção destaca a vocação científica do Centrinho-USP, sua forte atuação em ensino e pesquisa e a busca constante de nossos pesquisadores por inovações e soluções que beneficiem os pacientes”, afirma a superintendente do Hospital, Regina Célia Bortoleto Amantini.

A cerimônia de premiação acontece no dia 25 de setembro, às 14h30, no auditório da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, em São Paulo, encerrando o Simpósio da Pós-Graduação USP 2015. A relação completa das teses premiadas está disponível no site da Pró-Reitoria de Pós-Graduação da USP (www.prpg.usp.br).

Resultados positivos
O objetivo do trabalho foi testar e avaliar os efeitos da expansão rápida diferencial da maxila em pacientes com fissuras labiopalatinas e atresia do arco dentário superior (estreitamento do palato, ou céu da boca). A expansão rápida da maxila foi realizada com um aparelho ortodôntico com abertura diferencial, desenvolvido pela equipe do Centrinho-USP.

A pesquisa apontou que o expansor com abertura diferencial produziu efeitos ortopédicos e dentários semelhantes aos expansores convencionais, mas evitando a expansão posterior excessiva e reduzindo o tempo de tratamento ortodôntico antes do procedimento de enxerto ósseo alveolar.

“Os pacientes com fissuras passam por uma reabilitação complexa. Além dos benefícios clínicos, reduzir o tempo de uma etapa do tratamento traz impactos sociais muito positivos. São menos retornos, redução de despesas com viagem e hospedagem, além de menos faltas às aulas das crianças e ao trabalho dos pais”, salienta a pesquisadora Rita Lauris.

Invenção, patenteamento e industrialização
O aparelho expansor maxilar diferencial é uma tecnologia desenvolvida por profissionais e pesquisadores do Centrinho-USP, numa parceria entre o Programa de Pós-Graduação e a Divisão de Odontologia do Hospital. A inovação resultou em depósito de patente junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) em 2011 e, desde 2014, está sendo produzida, em caráter experimental, por indústria norte-americana de materiais dentários.

A invenção reduz em 50% (de um ano para seis meses) o tempo de tratamento de pessoas com atresia do arco dentário superior (estreitamento do palato). Presente em 90% dos pacientes com fissura labiopalatina e em cerca de 20% da população em geral, o problema pode afetar a função mastigatória e a estética facial e sorriso do indivíduo.

O expansor diferencial se distingue dos aparelhos convencionais porque permite produzir expansões distintas na região anterior e posterior do arco dentário. “Enquanto os aparelhos convencionais fazem a expansão de forma homogênea (na frente e atrás, ou só na frente do arco dentário), a nova tecnologia possibilita controlar a quantidade de expansão tanto na parte posterior como na anterior, eliminando a necessidade do uso de dois aparelhos. O expansor diferencial reduz ainda o aparecimento de efeitos colaterais, como sobre-expansão dos dentes molares e problemas gengivais”, explica a professora Daniela Garib, que também é uma das inventoras do aparelho.

Os resultados obtidos foram publicados em respeitados periódicos científicos internacionais, como o Journal of Clinical Orthodontics, dos Estados Unidos, em 2014. A invenção da equipe do Centrinho-USP também foi vencedora da Olimpíada USP de Inovação 2011, na categoria “Tecnologias da Saúde e Biológicas”.

Além da participação das pesquisadoras Daniela Garib e Rita Lauris, o desenvolvimento dessa tecnologia com design inédito contou ainda com o trabalho de dois técnicos de laboratório da Divisão de Odontologia do Centrinho-USP, Lourival de Castro Garcia e Vagner Pereira.

Ciência aplicada
Pioneirismo e inovação são fortes marcas da atuação do Centrinho-USP ao longo de seus 48 anos. Além do aparelho expansor maxilar diferencial, outro exemplo de trabalho premiado foi o de prótese de palato para correção de problemas de fala. Desenvolvido por pesquisadores do Centrinho-USP e da FOB, o estudo foi um dos vencedores do Prêmio Saúde 2012, da Editora Abril, na categoria “Saúde Bucal”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: